Seidl pede desculpas a Sainz: “Hoje ele mereceu o quinto lugar”

Sainz foi o terceiro no Red Bull Ring, embora a lógica logo tenha prevalecido e o primeiro Mercedes de Valtteri Bottas e o Red Bull de Alexander Albon o relegaram para o quinto lugar. Mas em seu pit stop tudo deu errado, porque uma falha na roda traseira esquerda custou mais cinco segundos.

Carlos era o oitavo no início de sua segunda passagem, mas quebrou os pneus enquanto estava cercado pelo tráfego. Isso o deixou vendido antes de seu parceiro Lando Norris, a quem ele deixou passar. Seidl está satisfeito com o resultado final, porque é bom para a equipe, mas ele assume que as coisas não foram bem.

“Estivemos em uma montanha-russa a corrida inteira, especialmente com a parada de Carlos, levando-o para o trânsito total. Ele está cansado dos pneus e não teve a oportunidade de lutar novamente”, explicou Seidl na entrevista à imprensa. a corrida.

“Para ser sincero, sinto muito por ele. Quero dizer a ele que sinto muito, porque hoje não fizemos nosso trabalho nesse sentido, porque é nosso trabalho garantir como equipe que os dois pilotos recebam as mesmas oportunidades de lutar na pista”. ”

Leia  Brasil venceu a Bolívia 5 a 0

“Temos que ser mais consistentes com as paradas. É algo que sabemos que precisamos trabalhar e que confirma que ainda temos muito a melhorar como equipe”.

Seidl disse que Sainz “tinha tudo em seu rosto para terminar em quinto”.

“Vimos ontem na qualificação que há uma razão pela qual outras equipes se interessaram por ele neste inverno. Sabemos que ele é um ótimo piloto. Ele está fazendo um ótimo trabalho dentro e fora da pista com a equipe. É uma pena que hoje eu não poderia ter a quinta posição que merecia, mas às vezes as coisas são assim “