O que são os Orixás?

Orixás são elementos da natureza e cada orixá representa uma forca da natureza.

Orixás (do iorubá Òrìṣà) são divindades da religião Iorubá representados pela natureza. Foram enviados por Olodumare para a criação do mundo e após isso, ensinar e auxiliar a humanidade a viver no planeta. Quase todos encarnaram como humanos e tiveram vida terrena, mas já existiam anteriormente no Orum, e outros eram humanos que se tornaram orixás pelos seu feitos extraordinários e sabedoria durante a vida, ou porquê teriam nascido com poderes sobrenaturais e podiam controlar a natureza, como: raios, chuvas, rios, fogo, vento, árvores, minérios e o controle de ofícios das condições humanas, como: agricultura, pesca, metalurgia, guerra, maternidade, saúde.

Como resultado do sincretismo que se deu durante o período da escravatura, com à imposição do catolicismo aos negros, cada orixá foi associado a um santo católico, para manterem os orixás vivos e não perder seu direito ao culto. Pois foram obrigados a disfarçá-los na roupagem dos santos católicos, aos quais cultuavam apenas aparentemente.

Leia  Ilhéus Bahia terá voos para todas as regiões do Brasil a partir de dezembro

Quando se fala em culto aos Orixás, refere-se também a cultuar as forças elementares oriundas da água, da terra, do ar, do fogo, etc. Se diz que essas forças em equilíbrio produzem uma enorme energia conhecida como Axé, que e capaz de auxiliar os seres humanos no dia a dia, ajudando para que o seu destino se torne cada vez mais favorável. Assim sendo, quando diz nas religiões afro que se adoram Deuses, se referem a adorar as forças da natureza, forças essas pertencentes à criação do grande Pai, conhecido nas religiões de matriz africana como “Olorum” (Deus Supremo).

Desde 2005, o Bosque sagrado da orixá Osun é um Patrimônio Mundial da UNESCO. E os Búzios, oráculo Ifá do Orixá Orunmila uma Obra Prima da humanidade.