O certificado covid digital entra em vigor na União Europeia


Em 1º de julho, o Regulamento da União Europeia sobre o certificado digital COVID entra em vigor.

O regulamento, que visa facilitar a circulação livre e segura dentro do bloco comunitário durante a pandemia, prevê um período de introdução gradual de seis semanas, mas 21 Estados-Membros da UE, bem como Noruega, Islândia e Liechtenstein, já começaram a emitir esses certificados antes e mais cinco começarão a fazê-lo em 1º de julho.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, descreveu o novo documento como “um símbolo de uma Europa aberta e segura que se abre com cautela, dando prioridade à protecção da saúde dos cidadãos”.

Leia  Liberado o calendário de saques em dinherio: Auxílio de R$600

“Mais de duzentos milhões de certificados já foram emitidos”, disse ele.

Gratuito e disponível em todas as línguas da UE, o certificado COVID confirma que uma pessoa foi vacinada contra o novo coronavírus, passou na infecção ou teve resultado negativo no teste correspondente. O documento existe em formato digital e impresso e inclui um código QR com assinatura digital Sputnik.