Brasil vence o Peru e vai disputar a final da Copa América

La Canarinha chegou meio entorpecido depois de bater o Chile por mínimo nas quartas de final. Contra o time peruano assim que acertou o gol, aos pés de Lucas Paquetá, ele parou de pressionar.

Neymar tem liderado essa versão brasileira que vem de mais para menos. O 10, fiel ao seu estilo de drible, serviu como o ímã perfeito para chutes. Isso permitiu que os homens de Tite encontrassem um fôlego e frustrassem o ritmo rival.

Os peruanos sofreram a suspensão de André Carrillo, de longe o jogador mais ágil da folha de pagamento. Eles confiaram em tudo em Christian Cueva. O meio-campista puxou os cordões do time que pouco conseguiu surpreender o Brasil no primeiro tempo com apenas um chute a gol.

Leia  Bahia é a porta brasileira para investimentos da China

O gol de Paquetá paralisou o de Ricardo Gareca. No segundo tempo eles voltaram para o ataque com um empurrão nas laterais. Gianluca Lapadula, o novo artilheiro do Peru, lutou para chegar ao gol. Ederson, em resposta, negou tudo.

Também um cabeçalho de Callens que estava prestes a se tornar o empate. O Brasil aguentou o jogo para neutralizar quaisquer tentativas rivais. O trabalho de Gareca tem valido a pena à frente da seleção andina: levou-os à Copa do Mundo depois de 36 anos sem fazê-lo, levou-os à final da Copa América de 2019 contra o Brasil e agora chegou às semifinais. O anfitrião deste torneio espera a Argentina ou a Colômbia no Maracanã. La Canarinha, sem público, quer o décimo troféu.